Prorrogada vacinação contra gripe em SP

GripeOs municípios foram orientados a prorrogar a campanha de vacinação contra a gripe no Estado de São Paulo. Até 3 de junho, a Secretaria de Estado da Saúde pretende imunizar 11,8 milhões de paulistas. O número corresponde à meta de 80% das 14,7 milhões de pessoas que compõem o público-alvo.

O balanço da pasta de 21 de maio aponta que 47% de adesão do público prioritário da campanha: bebês a partir dos seis meses e crianças menores de cinco anos de idade, idosos a partir dos 60 anos, gestantes, puérperas (mulheres que tiveram filhos nos últimos 45 dias), indígenas, funcionários do sistema prisional e a população privada de liberdade, além das pessoas diagnosticadas com doenças crônicas e os profissionais de saúde do Estado.

Até o momento, 4.822.868 pessoas foram imunizadas contra o vírus Influenza, causador da gripe. Agora, a preocupação maior é com os pais que ainda não levaram as crianças entre seis meses e menos de cinco anos de idade para vacinar: 33% de cobertura, ou 1.021.460 vacinados.

Entre as gestantes, a cobertura é de 38,4%: 166.483 grávidas foram imunizadas, desde o início da campanha em 4 de maio. Os idosos, com 60 anos ou mais, são os que mais aderiram à campanha, com 80% da meta atingida, ou, 2.425.150 vacinados.

Também foram vacinados 820.245 pacientes diagnosticados com doença crônica; 45.895 puérperas, até 45 dias após o parto; 320.248 trabalhadores da saúde; 3.645 indígenas e outras 19.742 pessoas relacionadas ao sistema prisional.

Além de imunizar a população contra a gripe A H1N1, tipo que se disseminou pelo mundo na pandemia de 2009, a campanha visa proteger a população de outros dois tipos do vírus influenza: A (H3N2) e B. A vacina foi produzida pelo Instituto Butantan, unidade ligada à pasta, através de um processo de transferência de tecnologia.

É imprescindível tomar a vacina o quanto antes, pois somente após 15 dias começa a fazer efeito. Não dá pra esperar o inverno chegar pra se imunizar, principalmente às gestantes, já que uma única dose, protege dois seres: a mãe e seu bebê, que só vai precisar ser imunizado novamente, depois dos seis meses.

Pin It

2 thoughts on “Prorrogada vacinação contra gripe em SP

  1. O redator precisa voltar ao banco escolar, instituto butantan pensava que era instituto butantã

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *